CISGES lança livro em parceria com oito universidades

A obra apresenta diferentes olhares sobre o mesmo objeto e é marcada pelo afeto das pessoas que participaram da pesquisa durante a pandemia da Covid-19.

Por Marcos Cruz

Imagem dos participantes do evento

No último dia 6, a linha 2 do Grupo de Pesquisa Ciência, Saúde, Gênero e Sentimento (CISGES), do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da Universidade Santo Amaro (UNISA), lançou o livro Auto da Compadecida: Interfaces Interdisciplinares em parceria com oito universidades brasileiras, sob o olhar de 24 pesquisadores. O evento aconteceu por meio de videoconferência.

Participaram da pesquisa as seguintes instituições: Universidade Federal do ABC (UFABC); Universidade Tiradentes (UNIT) e a Estácio de Sá de Sergipe; a Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR), do Paraná e a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). E também contribuíram com o trabalho a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul.

O filme de Ariano Suassuna foi estudado no biênio 2019/2021 por 24 pesquisadores, que escreveram artigos ancorados em autores da Publicidade, do Jornalismo, do Radiotelevisão, das Relações Públicas e da Administração; além da Biblioteconomia, das Ciências da Informação, da Ciências Sociais, do Direito, da Medicina, da Educação Física, História, Letras, Música, Psicologia, Pedagogia e Economia.

Essa multiplicidade de estudos oferece diferentes experiências aos leitores, como afirma a coordenadora do PPGICH, professora-doutora, Patrícia Margarida Farias Coelho. Para ela, “a riqueza da interdisciplinaridade se dá, sobretudo, das possibilidades de cada pesquisador visitar diferentes áreas de seu interesse e que tem autores de grande relevância. Esse trabalho permite ter perspectivas distintas, de autores de diferentes áreas, que ampliam a interpretação do mesmo objeto”, disse a coordenadora do programa, Dra. Patrícia Coelho.

O livro não traz apenas a cooperação da múltiplas universidades, disciplinas e pesquisadores, mas também os diferentes níveis de graduação dos participantes. De estudantes da graduação a doutores, a tarefa de coordenar o grupo e a pesquisa coube à professora-doutora, Lourdes Silva. Sobre realização do trabalho, a organizadora disse: “foi prazeroso e gratificante coordenar essa investigação. Iniciamos a pesquisa no segundo semestre de 2019 e contamos com conferencistas de diferentes universidades do Brasil, que contribuíram para subsidiar a temática da pesquisa. Reunimos conferencistas e pesquisadores na modalidade on-line quando nem imaginávamos que teríamos uma pandemia pela frente. O processo teve seus desafios, mas o grupo manteve-se unido, porque além de reunir pesquisadores, o grupo reúne afetos”, afirma a organizadora, dra. Lourdes Silva

A linha 2 realiza encontros mensalmente e já tem o objeto de pesquisa definido para os anos de 2021 e 2022. Articulado à atitude interdisciplinar, o objeto de estudo do próximo biênio será o filme Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert, lançado em 2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s