Agenda CISGES 2021 – Primeiro Semestre

Linha 1: História e Interdisciplinaridade
Estudo interdisciplinar de questões oblíquas entre ciência, saúde, gênero e sentimento, bem como dos impactos destas dimensões na formação de identidades, representações sociais e narrativas materializadas em registros textuais, orais e imagéticos, sobretudo, os que documentam trajetórias coletivas ou individuais, práticas institucionais e mentalidades historicamente reveladas. Projeto bienal: “História da Saúde em São Paulo: intelectuais, compêndios médicos e instituições na Era Vargas”.
Coordenador da Linha 1: Prof. Dr. Paulo Fernando de Souza Campos. E-mail: pfcampos@prof.unisa.br
Linha 2: Comunicação, Identidade, Narrativa e Consumo
A Linha 2 desenvolve pesquisas que visam compreender as intersecções entre comunicação, cultura e indivíduo/sociedade a partir de diferentes objetos de estudos (publicidade, jornalismo, televisão, cinema, música, literatura, fotografia, etc.) e de temáticas como identidades, narrativas, memória, representação e consumo. Projeto bienal: “O Auto da Compadecida: interfaces interdisciplinares”.
Coordenadora da Linha 2: Profa. Dra. Lourdes Silva. E-mail: lapsilva@prof.unisa.br  

Linha 3: Gênero, mobilidade e fronteiras: interdisciplinaridade e construções identitárias   A linha 3 desenvolve pesquisas que visam compreender questões de gênero sob uma perspectiva interdisciplinar que objetiva envolver discussões de formação de identidades, relações pessoais, sociais e políticas materializadas e territorializadas nos espaços fluidos, sob as mais diversas perspectivas e debates que envolvem diversidade cultural, mulheres, lésbicas, trans, racismo, masculinidades, entre outras variáveis nos processos excludentes nos discursos e nas relações de poder.   Projeto bienal: “Gênero e interseccionalidade na cidade: Mulheres e Memória em São Paulo- Carolina Maria de Jesus, a voz invisibilizada da cidade ” Coordenadora da Linha 3: Profa. Dra. Juliana Figueira da Hora. Email: jfhora@prof.unisa.br  

CISGES – CRONOGRAMA 2021.1

Atividades comuns as Linhas (Linhas 1, 2 e 3)

10/03                   15h “Fazer pesquisa hoje: Multiplicidade, trocas e diálogos interdisciplinares” – Prof. Dr. Vagner Carvalheiro Porto – MAE-USP.

11/03                   14h Reunião dos Coordenadores das Linhas de Pesquisa

12/03                   10h Reunião dos Coordenadores do GP e dos Editores da Revista Pluralistas
26 e 27/05           Simpósio Internacional de Estudos Interdisciplinares

Jun                        Lançamento do nº 05 da Revista Pluralistas

LINHA DE PESQUISA 1

História e Interdisciplinaridade

No presente semestre, a Linha 1 deverá lançar os resultados da pesquisa “História da Saúde em São Paulo: intelectuais, compêndios médicos e instituições na Era Vargas” como parte da Coleção Medicina, Saúde e História organizada pela FMUSP e UFABC. O volume intitulado “História de Médicos: Antonio Carlos Pacheco e Silva e o Manual Psiquiatria Clínica e Forense” reinaugura a coleção e encerra os trabalhos propostos para o biênio. Contudo, as questões que foram avaliadas pelos pesquisadores nesse processo serão adensadas na perspectiva dos sentimentos em seminários realizados durante o semestre com professores convidados. Como atividades do semestre, foram contempladas ainda oficinas voltadas para a prática da escrita do texto científico.

Março  

15            OFICINA 1 – FUNDAMENTAÇÃO, PROBLEMATIZAÇÃO, EMBASAMENTO: A ESCRITA DA RESPOSTA

                   PROF. DR. PAULO FERNANDO DE SOUZA CAMPOS – UNISA

                        O objetivo visa a retomada de noções técnicas da escrita do texto científico no que se refere à produção das respostas dos

                        problemas de pesquisa no plano do estado da arte, da fundamentação teórica e apresentação do corpus de pesquisa.

                        Vagas: 10-15

Abril

?              SEMINÁRIO 1 – “HISTÓRIA DO AMOR”

PROFA. DRA. ANA PAULA VOSNE MARTINS – UFPR

                A proposta do seminário implica reconhecer o território dos sentimentos como campo de estudos interdisciplinares

                        Para tanto, serão indicadas referências para a leitura especificas [encaminhadas para os inscritos]

                        Vagas: 20

Maio

10            OFICINA 2 – RESUMOS: COMUNICAÇÃO ORAL E POSTER, ARTIGOS, DISSERTAÇÕES

                PROF. DR. PAULO FERNANDO DE SOUZA CAMPOS – UNISA

                        Pretende-se evidenciar as diferenças entre os tipos de resumos, sobretudo, caracterizar as estruturas de textos voltados para

                        a participação de eventos científicos, publicação de artigos e resultados de pesquisa para qualificação e defesa.

                        Vagas: 10-15

Junho

10            SEMINÁRIO 2 – “HISTÓRIA DA DOR”

PROFA. DRA. ALZIRA LOBO DE ARRUDA CAMPOS – UNISA

                Na vertente proposta, serão retomadas questões relativas à história do sentimento e seus domínios interdisciplinares

                   Vagas: 20

LINHA DE PESQUISA 2

Comunicação, Identidade, Narrativa e Consumo

Neste semestre de 2021.1, a Linha 2 se propõe divulgar os resultados da pesquisa “O Auto da Compadecida: interfaces interdisciplinares (2019-2021)”. A pesquisa tem por objetivo evidenciar a importância da cultura audiovisual presente na referida obra televisiva e, desse modo, fazer uso do audiovisual um pré-texto para produzir pesquisa e gerar conhecimento interdisciplinar. A divulgação do resultado da pesquisa se dará em âmbito interno e externo. Acreditamos que a pesquisa científica e a divulgação dos seus resultados são atividades inseparáveis, portanto, a divulgação dos resultados não se trata de um complemento, mas de uma das etapas essenciais do processo de investigação. Assim, no que concerne ao âmbito externo, o resultado da pesquisa se dará por meio da produção de uma coletânea que deve ser publicada ainda neste semestre; no tocante ao âmbito interno, a divulgação científica se dará entre seus integrantes do Grupo de Pesquisa no formato de mesa-redonda, conforme o planejamento expresso no cronograma a seguir.

Março

23    – 14h – Mesa “Questões de gênero em O Auto da Compadecida

Heteronormatividade em cena: a masculinidade posta em xeque no duelo de covardes de O Auto da Compadecida
Pablo de Oliveira Lopes/ Universidade Federal do ABC

Construção identitária de gênero e raça em cena
Lígia Baruque Diogo/Unisa-SP

As representações sociais da mulher na microssérie O Auto da Compadecida
Joel Felipe Guindani e Vera Sirlei Martins – UFSM, Campus Frederico Westphalen

Abril

20    – 14h – Mesa “Religiosidade e justiça em O Auto da Compadecida”

Crença, religiosidade, fé, drama e realidade: do Auto da Compadecida à comunidade de Itamatatiua-MA

Cleyciane Cássia Moreira Pereira /UFPB; Rosinete de Jesus Silva Ferreira/UFMA

Interações entre religião e justiça em O Auto da Compadecida: entre leis humanas e divinas

Ilzver de Matos Oliveira, Caio Gonçalves Silveira Lima/UNIT-SE e Pedro Meneses Feitosa Neto/UNIT-SE

Maio

18    – 14h – Mesa “O vivido em O Auto da Compadecida”

O Auto da Compadecida: uma espiada à luz da Psicanálise para um jeito torto de desentortar a vida

Gerson Heidrich/Unisa SP

Relações entre Publicidade e Semiótica: os sentidos apreendidos no cartaz do filme O Auto da Compadecida

Amanda Gomes El Terras; Bárbara Vitória Rosa Viana; Matheus Nunes Batista; Sabrina Emanuelle Mesquita da Silva e Thiago da Silva Mendes/Unisa SP

Junho

22    – 14h- “Mesa “Música, identidade e simbolismo em O Auto da Compadecida”

Retrato sertanejo: João Grilo e a Compadecida
Expedito Leandro Silva/Unisa SP

O Auto da Compadecida e a alegoria da caverna: mundo ilusório das sombras
Alzenir Maria Ribeiro de Sousa; Carlos Tercetti/Unisa SP

Ressonâncias Sonoras no Auto da Compadecida: inter-relações sociais, musicais e identitárias

Marcos Júlio Sergl/MusiMid-SP

LINHA DE PESQUISA 3

Gênero, mobilidade e fronteiras: Interdisciplinaridade e construções identitárias

Neste semestre daremos início ao nosso projeto bienal de pesquisa intitulado: “Gênero e interseccionalidade na cidade: Mulheres e Memória em São Paulo- Carolina Maria de Jesus, a voz invisibilizada da cidade”. Este projeto tem como principal objetivo trazer à tona as discussões documentais em torno de uma escritora afro-brasileira chamada Carolina Maria de Jesus, que viveu no início do século XX na periferia de São Paulo. Uma das mais importantes obras da escritora, “Quarto de Despejo”, traduzida em diversas línguas, alcançou o mundo com uma literatura à margem, de tradição oral, popular e universal.  Como uma mulher negra afro-mineira traz toda a sua experiência como migrante em São Paulo, em uma atmosfera imersa no deslocamento espacial, social e cultural. A História por trás das histórias das mulheres negras e pobres de São Paulo ganham visibilidade no mundo pelos olhos da escritora. Analisaremos,  por meio do levantamento documental dos manuscritos, documentários e entrevistas, além da análise da obra “Quarto de despejo”, questões relacionadas ao gênero e interseccionalidade na narrativa, e ao mesmo tempo, um trabalho investigativo e historiográfico sobre a vida da escritora, sua vivência na periferia, a fim de revelar a cidade em meio às suas memórias de exclusão apagadas da história.

PROJETO BIENAL: “Gênero e interseccionalidade na cidade: Mulheres e Memória em São Paulo – Carolina Maria de Jesus a voz invizibilizada da cidade”

Março

16      14h Reunião geral da linha de pesquisa: Apresentação de proposta Novo Projeto bienal (2021/2023) da linha.

Proposta de leituras obrigatórias para o semestre: Pensar o sexo e o gênero. Eleni Varikas; Chimamanda Adiche: Para educar crianças feministas um manifesto; Feminismos em rede MARQUES, D; REZENDE, D et al, 2019.

Abril

A confirmar com. Workshop sobre Prostituição e pornografia – reflexões atuais. Evento em parceria com a UFPEL.

20/04 – (14h) Leitura e fichamento do texto: As mulheres e a historiografia – Glaucia da Rocha e Elisabeth Leia. (texto PDF) e texto Feminismos, diferenças: uma reflexão sobre pesquisa, categorias analíticas e transformação social de Maria Lígia G. Elias in feminismo em rede, 2019.

27/04- (horário a definir) – Roda de Conversa Tati Rivoire– CISGES: Gênero, feminismo e infância.  Diálogos com Chimamanda Adiche: Para educar crianças feministas um manifesto.

Maio

11      14h – leitura e discussão do texto e livro (Quarto de despejo)  (capítulo 1) Carolina Maria de Jesus, ver documentário alemão; leitura de texto: feminismo negro e interseccionalidade: práxis política e a consolidação de um pensamento sociopolítico para além das margens de Cristiano Rodrigues.  

14    14h – Palestra Profa. Dra. Louise Prado Alfonso (UFPEL). “Inclusão e interseccionalidade: Exposição Patrimônios invisibilizados”- Debates.

Junho

15      14h – Mesa redonda: “Interseccionalidade na Antiguidade”. Convidadas: Profa. Dra. Sara Fernandes Lino de Azevedo (LEIR-História USP), Juliana Magalhães (MAE-USP)

22   14h – Profa. Dra. Tania Manuel Casimiro – Professora do Departamento de Ciências Social e Humanas (Universidade Nova de Lisboa). Título: a confirmar.

OBSERVAÇÃO: todas atividades do CISGES respeitando os protocolos de segurança sanitária dos órgãos competentes ocorrerão de modo remoto.

CISGES – 19 fev 2021

Centro de Pós-Graduação Unisa

Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas

Rua Isabel Schmidt, 187 – Santo Amaro – SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s