Dossiê Temático – Chamada

GÊNERO E IDENTIDADES: POR UMA DINÂMICA FLUIDA DAS RELAÇÕES

A proposta deste dossiê é receber contribuições que tratem, no mesmo texto, das questões de gênero no âmbito das identidades fluidas.
O número deste dossiê tem por objetivo trazer um tema que desafia o entendimento das transmissões culturais e multidirecionais que o ser humano vivenciou ao longo de sua história. Do mesmo modo, busca também entender as fronteiras identitárias que foram estabelecidas pelos povos que condicionam, muitas vezes, o ser humano à marginalidade e preconceitos. As relações pessoais, sociais e políticas corporificadas e territorializadas que ultrapassam as barreiras locais e regionais, extrapolando assim fronteiras globais e de múltiplas identidades, também fazem parte das preocupações deste dossiê.
A vida cotidiana, com sua realidade, promove a intrusão das diversas identidades. A compreensão de si mesmo, de seu lugar no mundo, perpassa o entendimento e a vivência das relações sociais, nas mais variadas histórias de vida dos indivíduos. Por isso, devemos entender que são nos discursos que as identidades se constroem.
As questões de gênero cruzam todos os desafios latentes inseridos na formação identitária das pessoas que se moldam, se configuram, transitam e se constroem nas diferenças sexuais, raciais, culturais, de idade e de classe. As fronteiras identitárias, com o jogo fluido entre similitudes e diferenças são moldadas e estruturam os relacionamentos pessoais, e esse desafio destaca o papel das emoções na facilitação ou não dos laços interpessoais em contextos públicos e privados.
Buscamos, neste debate, a construção de uma perspectiva crítica, que dá voz aos sujeitos invisibilizados das sociedades. Um olhar que procura levar em conta questões de gênero e as identidades que se formam nos diversos grupos sociais no passado e no presente, na nova ordem mundial, inseridos nas incertezas das instabilidades econômicas, políticas e sociais. Pretendemos suscitar a construção de novas perspectivas e abordagens, assim como a desconstrução de velhas noções de gênero mediante os diversos olhares identitários que envolvem, sobretudo, questões religiosas, sociais, pessoais e culturais, principalmente em momentos históricos de grandes tensões.

Os textos deverão ser submetidos para o e-mail: pluralistas.cisges@gmail.com até dia: 15/02/2021

Para saber mais sobre como submeter seu texto, acesse https://cisges.com/revista-pluralistas/submissao/.

Ligia Baruque Diogo, Editora Chefe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s