CISGES no 2º Congresso de História da Ciência e da Técnica: Desafios Contemporâneos (IEA/USP)

1º Simpósio USP de História da Ciência e Tecnologia, realizado em novembro de 2017, foi organizado pelo Centro de História da Ciência da USP dentro de suas atividades no Instituto de Estudos Avançados. O sucesso do evento motivou um novo encontro, denominado Segundo Congresso de História da Ciência e Técnica, com abrangência ampliada, estendendo-se o convite à participação a universidades e institutos de pesquisa dentro do Estado de São Paulo.

O Dr. Paulo Fernando de Souza Campos, professor da UNISA e um dos líderes do CISGES, participará do 2º Congresso de História da Ciência e Técnica cujo tema “Desafios Contemporâneos” visa partir da historicidade das atividades científicas e técnicas, para problematizar a relevância dessa história para a sociedade em geral, além de proporcionar uma oportunidade para o estreitamento das relações entre pesquisadores.

A comunicação “Entre Ideias e Lugares: Intervenções da Fundação Rockefeller na Enfermagem Brasileira pós-1930” irá compor o ST3 – História, Saúde, Medicina e Sociedade III, que ocorrerá no dia 11 de Abril (quinta-feira) ás 14h no Auditório Fernand Braudel (Prédio de História).

Resumo do trabalho: 

A História da Saúde permite considerar que intervenções da Fundação Rockefeller na organização dos serviços de assistência médica, da formação em saúde, da fundação e da manutenção de instituições voltadas para a saúde pública alteram práticas médicas em contextos distintos no Brasil. No âmbito da arte e ciência do cuidado os impactos revelam alterações significativas e atestam que as intervenções não somente alteram questões de gênero e identidade, mas reconfiguram espaços e perspectivas de atuação profissional que redimensionam a Enfermagem. A partir destas considerações a comunicação apresenta parte de um amplo projeto intitulado Programa de Enfermagem, em específico, a formação do núcleo propagador de novos paradigmas da profissão. Assim, pretende-se tratar historicamente a Escola de Enfermagem da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e suas primeiras líderes Edith de Magalhães Fraenkel, Maria Rosa Sousa Pinheiro e Glete de Alcântara, as quais, apoiadas pela consultora americana Ella Hansenjaeger, conduzem à desanexação da Escola de Enfermagem da Faculdade de Medicina e a consolidam como unidade da Universidade de São Paulo.

Confira aqui a programação do evento! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s